bg_facebook
bg_twitter
bg_instagram
bg_youtube
bg_whats

Semana Nacional de Conscientização sobre Alergia Alimentar é instituída no Brasil

Em 2017, a equipe do Põe no Rótulo, levou uma proposta de lei instituindo a Semana Nacional de Conscientização sobre Alergia Alimentar ao Congresso Nacional, e desde então vinha em tramitação, sendo agora sancionada pelo presidente da república.

É lei! Desde o dia 23 de novembro de 2023, passou a vigorar a Lei nº 14.731, que institui a terceira semana do mês de maio como Semana Nacional de Conscientização sobre  Alergia Alimentar.

“Em maio de 2018, conseguimos que fosse aprovada no Senado Federal a realização de audiência pública para debater o tema e o quanto a população com alergia alimentar necessita de visibilidade para buscar por políticas públicas para maior segurança e qualidade de vida. Atendimento integral à saúde, alimentação escolar, inclusão social são pautas que ainda precisam ser trabalhadas.” Alergia Alimentar Brasil

Em setembro de 2019 foi realizada audiência pública para debater Alergia Alimentar na Assembléia Legislativa de Mato Grosso, que resultou na elaboração de dois projetos de lei, que foram aprovados e sancionados pelo governador do estado. Portanto, em Mato Grosso, também é lei a Semana Estadual de Conscientização sobre Alergia alimentar, também instituída na terceira semana do mês de maio. A outra lei sancionada institui Alimentação Inclusiva em todas as instituições de ensino públicas e privadas em Mato Grosso.  Há também outros estados e até municípios que celebram a Semana de Conscientização sobre Alergia Alimentar e João Pessoa-PB que tem no calendário municipal o Dia da Conscientização sobre Alergia Alimentar.

 

“Um trabalho de muitos anos, de muitas mãos (e também de muitas mães). Famílias de todo o Brasil, profissionais de saúde, da educação e daqueles que acreditam na inclusão, na justiça social e que trabalharam e contribuíram para que a Semana Nacional de Conscientização sobre a Alergia Alimentar fosse uma realidade.” Alergia Alimentar Brasil

E assim a comunidade de famílias com alergia alimentar comemora mais uma conquista e segue lutando por maior visibilidade, conscientização e inclusão.

De acordo com vários profissionais especialistas, as alergias alimentares têm aumentado consideravelmente e provocam impactos negativos na qualidade de vida dos pacientes e da família.

Para a alergista e imunologista, Dra. Ariana Yang, a alergia alimentar é uma maratona e que paciente e família correm essa maratona. Ainda segundo ela, o tratamento da alergia alimentar envolve cuidados para promover bem-estar, que incluem: nutricional, social, psicológico, saúde geral, alegria e segurança e tolerância.

E para que todos tenham acesso a esses cuidados é que as comunidades de pacientes e famílias, juntamente com profissionais da saúde atuantes na área e sensíveis a causa, continuam lutando.

Livre Alimentar – Comunicação especializada, parabeniza todos os envolvidos em mais essa conquista e torce para que mais notícias como essa, sejam divulgadas em breve.