bg_facebook
bg_twitter
bg_instagram
bg_youtube
bg_whats

Comer é sensorial

Por Eliane Penachim

Fonoaudióloga Atuação clínica em Alergia, Amamentação, Introdução e Recusa Alimentar de bebês e crianças. Atraso de fala e linguagem. Supervisão.

Comer é sensorial
Você sabia que comer é uma das ações mais sensoriais que nós seres humanos fazemos ?

Os 5 sentidos básicos
– Visual: é o primeiro estímulo despertado , vemos a cor, a forma, a aparência, defeitos, espessura…
– Olfato: é o segundo a ser apreciado e está ligado ao paladar .
– Tátil: percepção de temperatura, pressão, maciez ou não , entre outras
– Gustativo: sensação e percepção do sabor, doce, salgado, azedo,ácido …
– Auditivo : a sonoridade do alimento é percebida, ex: biscoito de polvilho.
Sem contar os aspectos proprioceptivo que dá a noção do nosso corpo no espaço , do sistema vestibular ofertando informações sobre nossa cabeça e corpo no espaço.
E o Interoceptivo que se relacionam com respostas viscerais como dor e prazer.

Quantos de nós fomos em uma padaria e ao ver um bolo ou sentir o cheiro lembra do feito pela avó ?! Muitos de nós !
Comemos mais ou menos quando estamos ansiosos .

Notem que comer é muito mais do que mastigar e engolir .
É uma ação complexa, requer tempo para aprendê-la e acompanhará nossa vida desde bebê atei envelhecimento .
Portanto, inventor o desenvolvimento do Comer sensorial é fundamental desde bebê .
Crianças com recusa ou dificuldade alimentar necessita de ajuda, apoio, experiências e oportunidades para desenvolver estes sentidos de forma confortável, nutricional e natural.

O fonoaudiólogo pode ajudar junto a rede transdiciplinaridade com nutricionista, terapeuta ocupacional e psicólogo .

Comer é gostoso e muito sensorial

Como é comer pra você ?